Ângulo Produções

Ângulo Produções
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 31 de dezembro de 2016

Pesquisadores de SP e Texas estudam causas do estresse crônico em crianças

Bruno Bocchini
Um grupo de pesquisadores do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com colegas da Texas Tech University (TTU), dos Estados Unidos, desenvolve um estudo que pretende identificar, nos dois países, causas comuns do estresse crônico, principalmente em crianças.

O estresse crônico normalmente está relacionado à pobreza, abusos, conflitos familiares e uso de drogas. “Já detectamos que é comum, nas duas regiões, a alta prevalência de abuso infantil”, destacou a pesquisadora Andrea Parolin Jackowski, professora da Unifesp e coordenadora do projeto do lado brasileiro.

Informações preliminares do estudo indicam que, apesar das diferenças culturais, há semelhanças significantes nas reações das crianças dos dois países ao estresse tóxico: crianças que vivem em extrema pobreza em East Lubbock, no Texas, ou no centro-sul de Los Angeles, por exemplo, apresentam efeitos cognitivos e comportamentais semelhantes aos das que moram em favelas no Brasil.

“O que a gente percebe é que, independentemente do país que você resida, seja em um país como os Estados Unidos, que é um país desenvolvido, ou um país como o Brasil, que é um país em desenvolvimento, o estresse afeta da mesma forma o desenvolvimento da criança. Claro que existem diferenças culturais, que têm um papel importante, mas é uma forma de a gente poder fazer uma comparação entre as populações”, disse Parolin.

Em outubro, os pesquisadores do Texas vieram a São Paulo para conhecer os lugares pesquisados – como a região da cracolândia, no centro da capital paulista – e verificar in loco a realidade em que vivem as crianças que estão sendo estudadas pela coordenadora do projeto brasileiro. Em 2017, será a vez de os pesquisadores brasileiros irem aos EUA.

“A gente quer entender qual é o papel da cultura, das questões culturais no próprio desenvolvimento da criança, se são fatores protetores, aquilo que pode deixar o ambiente mais saudável e impedir que essa criança tenha uma doença no futuro. E entender também um pouco mais quais são os fatores de risco, porque existem questões que são muito peculiares de cada cultura”, ressaltou.

A pesquisa brasileira está sendo financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O intercâmbio entre os pesquisadores recebe apoio do programa São Paulo Researchers in International Collaboration (Sprint - em português, Pesquisadores de São Paulo em Colaboração Internacional).

Fonte: AB

Atingidos por tragédia em Mariana podem receber indenização final em 2017

Léo Rodrigues
O cálculo e o pagamento das indenizações finais aos atingidos da tragédia de Mariana (MG) poderão finalmente ocorrer em 2017. Essa é a aposta tanto do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) como da Fundação Renova, que foi criada pela mineradora Samarco para gerir os projetos de reparação dos danos causados pela tragédia.

A tragédia de Mariana completou um ano no dia 5 de novembro de 2016. O rompimento da barragem de Fundão, pertencente à Samarco, liberou mais de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos em 2015, que provocaram devastação da vegetação nativa, poluição da Bacia do Rio Doce e destruição dos distritos de Bento Rodrigues e de Paracatu, além de outras comunidades. Dezenove pessoas morreram. O episódio é considerado a maior tragédia ambiental do país.

Apenas alguns impactados já receberam verbas indenizatórias. Em acordo com o MPMG, a Samarco antecipou em 2016 valores para quem perdeu veículos e moradia. Foi definido um montante padrão. No caso da moradia, por exemplo, quem perdeu casa recebeu R$ 20 mil e quem perdeu moradia de fim de semana, R$ 10 mil. As famílias das 19 pessoas que morreram também obtiveram um adiantamento, calculado em R$100 mil. Esses valores, porém, são parciais.

"Agora estamos caminhando para o cálculo da indenização final que irá dizer exatamente o valor das perdas, contemplando todos os direitos violados dos atingidos. Do valor calculado, serão descontadas as antecipações que já foram pagas", explica Guilherme Meneghin, promotor do MPMG na comarca de Mariana.

Um cadastro classificando a situação de todos impactados está sendo realizado em conjunto pelo MPMG, pela Samarco e pelas suas acionistas Vale e BHP Billiton. O levantamento abrangerá os milhares de atingidos em toda a área afetada, de Minas Gerais ao Espírito Santo. Constarão no cadastro, por exemplo, informações como o perfil socioeconômico de cada um e a relação de bens perdidos. Serão considerados dados da Defesa Civil, do MPMG e também apresentados pelos próprios atingidos. As informações serão analisadas caso a caso.

Aposta em acordos
Guilherme Meneghin acredita que até fevereiro o cadastramento será concluído. "A nossa expectativa é que em 2017 nós tenhamos ainda o cálculo e o pagamento das indenizações finais", afirma. O MPMG tem a expectativa de que os atingidos e a mineradora cheguem a um acordo sobre as indenizações. Do contrário, o Judiciário é quem deverá arbitrar os valores e, nesse caso, a conclusão do processo em 2017 fica improvável.

A Fundação Renova também aposta na realização de acordos. Mas admite tratar-se de um desafio difícil. "Pode ser que nós encontremos indivíduos que não vão concordar com o processo e prefiram buscar uma solução através do trâmite de uma ação judicial", diz o gerente executivo de Programas Socioeconômicos da Fundação Renova, José Luiz Furquim.

Ações conjuntas
Segundo Meneghin, que é o responsável no MPMG por resguardar apenas os interesses dos atingidos de Mariana, a união dos moradores dos distritos de Bento Rodrigues e Paracatu tem sido um marco. Com exceção de quem perdeu parentes, ninguém entrou com ação individual.

O MPMG ajuizou diversas ações civis públicas, nas quais todos foram beneficiados. Com essa estratégia se obteve, por exemplo, a antecipação das indenizações, o compromisso da Samarco de pagar aluguel de casas temporárias em Mariana, a distribuição das doações em dinheiro pela prefeitura, o atendimento psicossocial e o direito à assistência técnica de confiança dos atingidos.

Essa atuação coletiva é, na opinião de Meneghin, fundamental também na definição das indenizações. "É um processo complexo. São 1,5 mil atingidos só em Mariana, cada um com diferentes experiências de vida, com danos pessoais, materiais e morais muito diversificados. Tinha pessoas com patrimônio pequeno, outras com patrimônio grande. Mas será um processo participativo", diz.

Durante o processo de decisão, o MPMG dialoga com a comissão de moradores dos distritos atingidos, que conta atualmente com uma assessoria técnica fornecida pela Cáritas, com profissionais de diversas áreas, como arquitetos, advogados, agrônomos e historiadores.

Auxílio financeiro
Enquanto as indenizações não chegam, uma notícia deixou os atingidos aliviados nesse fim de 2016. O auxílio mensal concedido pela Samarco a todos os que perderam renda em decorrência da tragédia foi renovado por dois anos. Os valores são pagos por meio de um cartão, e cada beneficiado recebe um salário mínimo, acrescido de 20% para cada dependente, além do valor de uma cesta básica.

Conforme acordado em dezembro de 2015, esse auxílio teria validade inicial de um ano. Ele foi reconhecido como um direito assistencial dos atingidos e não configura indenização. Ou seja, seus valores não serão abatidos no cálculo final das indenizações. No início de novembro deste ano, moradores já manifestavam preocupação com uma possível interrupção do benefício.

"Minha diária de pedreiro era R$130. Nesses distritos pequenos há pouca mão de obra qualificada. E eu tinha moto, então também atendia aos distritos vizinhos. Fazia muito serviço. Aqui no centro de Mariana é muito difícil conseguir trabalho, porque envolve confiança. Como uma pessoa vai te dar uma obra para fazer se ela não te conhece?", disse o pedreiro Tcharle do Carmo Batista, de 23 anos, que morava em Paracatu, distrito localizado a 34 quilômetros do centro do município.

Em audiência judicial realizada no dia 28 de novembro, o MPMG e a Fundação Renova concordaram que a maioria dos atingidos não conseguiu reativar suas atividades econômicas. Em novo acordo, o cartão foi renovado até dezembro de 2018.

Moradias
Outra novidade que deverá ocorrer em 2017 é o início da reconstrução física dos distritos destruídos. Atualmente, os moradores desses locais moram em casas alugadas pela Samarco em bairros variados de Mariana, o que será mantido até o reassentamento. A mineradora, por meio da Fundação Renova, pretende entregar as novas comunidades em 2019. Os terrenos já foram definidos, e a aquisição do local onde será o novo Bento Rodrigues já ocorreu. O processo de compra da área em que Paracatu será reerguido está avançado e deverá ser concluído no início do próximo ano.

De acordo com o cronograma, estão previstas para 2017 as obras de supressão vegetal e terraplanagem e o início da abertura de ruas. Já as novas casas devem começar a ser construídas somente em 2018, conforme desejos dos moradores. A Fundação Renova realizou neste ano diversas reuniões para fazer um mapeamento de expectativas e apresentar um desenho urbanístico. "Em um processo como esse, a construção em si nem é tão complexa se comparada com toda a discussão e definição que tem que ocorrer antes", diz José Luiz Furquim, Fundação Renova. As novas moradias serão consideradas para o cálculo das indenizações finais.

O futuro dos terrenos nos distritos destruídos ainda será discutida. Está pendente a definição se eles serão usados como contrapartida dos atingidos. "Há famílias que querem manter os terrenos e outras que já manifestaram que não têm interesse. Nossa ideia é discutir a solução em conjunto", acrescenta Furquim.

As comunidades de Bento Rodrigues e Paracatu foram tombadas pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Mariana. O objetivo é construir um memorial, na forma de um museu ou parque, ainda a ser definido.

Fonte: AB / Foto: Léo Rodrigues

São Paulo tem trânsito livre na capital e nas rodovias no último dia no ano

Quem trafega pelas vias da capital paulistana encontra pistas livres neste último dia de 2016. A Companhia de Engenharia de Trafego (CET) informou por meio do Twitter no início da tarde que não há lentidão nas vias monitoradas. As linhas do Metrô e da CPTM também operam normalmente.

Nas rodovias paulistas, o trânsito também está normal para quem seguem em direção ao mar para curtir o réveillon no litoral paulista. O Sistema Anchieta-Imigrantes tem trafego normal em ambos os sentidos. O tempo e a visibilidade dos motoristas são bons.

Desde as 0h de terça-feira (27), quando se iniciou a contagem pela Ecovias, que administra o sistema, mais de 513 mil veículos desceram a serra em direção à Baixada Santista. No sentido da capital paulista, a concessionária registrou a passagem de 254 mil veículos. Na última hora, desceram mais de 2,7 mil veículos e subiram mais de 2 mil.

Para quem segue para o interior, o trânsito permanece normal nas rodovias do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Segundo a concessionária Ecopistas, mais de 6,9 mil veículos passaram pelas rodovias.

Fonte: AB

Anatel exige homologação de drone com radiofrequência para evitar interferências

Maiana Diniz
Veículos aéreos não tripulados, chamados de drones, precisam ser homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para serem operados. A regra vale para todas as unidades que emitem radiofrequência, presente em drones que fazem transmissão de imagens, por exemplo.

O objetivo da medida é evitar interferências desses aparelhos em outros serviços, como as comunicações via satélite.

Os interessados em utilizar a tecnologia devem se cadastrar no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação e preencher um requerimento disponível no site da Anatel. O processo requer o pagamento de uma taxa de R$ 200,00.

Espaço aéreo
Antes de utilizar o equipamento, mesmo após a homologação da Anatel estar concluída, o interessado também precisa entrar em contato com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Para operar drones no Brasil é preciso obter uma autorização da Anac ou o Certificado de Autorização de Voo Experimental (Cave), que permite o uso de aeronaves apenas em operações experimentais sem fins lucrativos e sobre áreas pouco povoadas.

No Brasil, a operação dos drones faz parte das atividades de controle do espaço aéreo feito pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), compartilhado por aviões e helicópteros. Por isso, a necessidade de autorização. A regulamentação preserva o tráfego de aeronaves e a segurança das pessoas em solo.

São proibidos voos de drones sobre infraestruturas consideradas críticas, áreas de segurança, aglomerações de pessoas e trajetórias utilizadas por outras aeronaves. O Decea considera infraestruturas críticas as redes elétricas, usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares, redes de abastecimento de água ou gás, barragens ou represas, ou de vigilância da navegação aérea, entre outras.

O uso de drones para lazer e hobby seguem as regras válidas para o aeromodelismo.

Fonte: AB

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Aeroportos têm movimentação intensa por causa do Ano-Novo

Yara Aquino
As viagens para o fim de semana de Ano-Novo estão movimentando aeroportos de capitais do país. Em Brasília, 56 mil pessoas devem passar hoje (30) pelo Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, entre embarques, desembarques e conexões. Para amanhã (31), o fluxo deve cair e ficar entre 52 e 55 mil passageiros. A média diária no terminal é de 50 mil pessoas

No Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, o volume de passageiros cresceu ontem (29) e hoje (30), de acordo com a GRU Airport, concessionária que administra o terminal. A empresa, no entanto, não divulgou o número de pessoas que passaram por lá nesses dois dias. No mês de dezembro, a movimentação de pessoas em Guarulhos, entre embarque e desembarque, deve aumentar de 8% a 10%.

No Rio de Janeiro, a expectativa é que hoje e amanhã (31) sejam os dias de maior movimento deste mês no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão. O consórcio Rio-Galeão estima que ao longo de dezembro aproximadamente 1,5 milhão de pessoas devam passar pelo terminal. No período da alta temporada, entre dezembro de 2016 e março de 2017, a concessionária espera receber cerca de 5,7 milhões de viajantes. A previsão é que haja um crescimento de 110 mil passageiros em relação ao último período de alta temporada.

Reforço na fiscalização

Desde o dia 14 deste mês, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) faz uma operação de fim de ano em 13 aeroportos. O objetivo é reforçar a fiscalização e a prestação de serviços aos passageiros e prestar informações. A atividade segue até o dia 8 de janeiro.

A Anac recomenda que o passageiro chegue ao aeroporto com antecedência. Essa será a primeira alta temporada com a vigência dos novos procedimentos de inspeção para embarque que foram intensificados desde julho.

Fonte: AB / Foto: Marcelo Camargo

Incêndio atinge comunidade em Santo André, no ABC paulista

Um incêndio atinge neste momento uma comunidade na Rua Renascer, 135, no Parque do Pedroso, em Santo André, no ABC paulista. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio teve início por volta das 17h, e não há vítimas.

Quatro viaturas se dirigiram ao local para combater o fogo.Ontem (29), um incêndio de grandes proporções atingiu cerca de 100 barracos em uma comunidade em Cangaíba, na zona leste da capital. Não houve vítimas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, este ano foram registradas 238 ocorrências de incêndio em favelas, na região metropolitana de São Paulo.

Fonte: AB

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Drones devem ser homologados para evitar interferências

Drone usado pela Embrapa
As empresas ou pessoas físicas proprietárias de drones (veículos aéreos não tripulados) precisam homologar seus equipamentos com a Anatel. Os drones possuem transmissores de radiofrequência em seus controles remotos e, em alguns casos, no próprio veículo aéreo, para a transmissão de imagens. A homologação concedida pela Anatel é restrita as unidades que emitem radiofrequência e que estão embarcadas nos aparelhos.

A medida da Agência tem como objetivo evitar interferências dos drones em outros serviços, a exemplo das comunicações via satélite. Os interessados em utilizar esta tecnologia deverão preencher um requerimento disponível no site da Agência e pagar uma taxa. No processo de homologação são verificadas as características técnicas de transmissão dos equipamentos.

Os drones, além do uso recreativo, ajudam no combate ao mosquito Aedes Aegypti identificando os criadouros em áreas de difícil acesso, em pesquisas e em operações de segurança. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 eles também foram usados, e anteriormente na Copa das Confederações e na Copa do Mundo, principalmente para as transmissões de televisão. No caso da iniciativa privada, por exemplo, as construtoras  estão utilizando para fazer o acompanhamento de obras. Os aparelhos que variam em design, valor e tecnologia.

Além da homologação da Anatel, só poderá operar um drone quem possuir uma autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ou o "Certificado de Autorização de Voo Experimental (CAVE)", que permite o uso de aeronaves apenas em operações experimentais sem fins lucrativos e sobre áreas pouco povoadas.

A operação dos drones faz parte das atividades de controle do espaço aéreo, segundo o Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), compartilhado por aviões e helicópteros, por isso necessitam de autorização. A regulamentação preserva o tráfego de aeronaves e a segurança das pessoas em solo, informa o órgão. O uso de drones para lazer e hobby seguem as regras válidas para o aeromodelismo e o Decea recomenda que a os vôos dos drones devem ser feitos durante o dia.

São proibidos pelo Decea os voos dos drones sobre infraestruturas consideradas críticas, áreas de segurança, aglomerações de pessoas e trajetórias utilizadas por outras aeronaves. São consideradas infraestruturas críticas as redes elétricas, usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares, redes de abastecimento de água ou gás, barragens ou represas, ou de vigilância da navegação aérea (radares de vigilância aérea), entre outras.

Anatel
O primeiro passo para homologar um drone na Agência é fazer um auto cadastramento no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação e preencher o requerimento de homologação. Para isso, são necessários alguns documentos: carteira de identidade, CPF, manual do produto e certificado da Federal Communications Commission. No caso de pessoa jurídica é necessário anexar o CNPJ e cópia do o contrato social.

O interessado deverá imprimir o boleto e efetuar o pagamento da taxa de R$ 200,00. Após o pagamento, o processo será analisado por um especialista da Anatel.

Antes de utilizar o equipamento, mesmo com a homologação da Anatel, o interessado deve entrar em contato com a ANAC, por meio do e-mail rpas@anac.gov.br, e com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e-mail rpas@decea.gov.br. Eles Existem requisitos para a utilização do produto no espaço aéreo brasileiro.

Para mais detalhes quanto às instruções para homologação de drones acesse aqui.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Anatel

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Ajude Crianças Carentes na África - Seja um parceiro Love Heals



 Muitas pessoas gostariam de ajudar crianças carentes na África e em tantos lugares, mas não sabem como fazer isso. Por isso eu vim falar do Love Heals que tem ajudado crianças carentes na África com roupas, educação e alimentação, tirando-as da má nutrição.

É um Projeto maravilhoso que tem transformado vidas e você pode fazer parte disso!

ADOTE uma criança por apenas R$2 por dia (R$60 por mês), ou deposite qualquer valor: Banco ITAÚ Agência: 0742 Conta Corrente: 583487 Jéssica Miriane Pereira Adelino CPF: 22498456899

Acompanhe a Jéssica nas Redes Sociais:
 Instagram ► www.instagram.com/jessicaadelinos
 Facebook ► www.facebook.com/lovehealsniger/
 Site ► www.loveheals.com.br
 Youtube ► www.youtube.com/LoveHeals

 Deus te abençoe! ----- ➜ Meu Facebook - http://www.fb.com/pastorantoniojunior ➜ Meu site - http://www.pastorantoniojunior.com.br ➜ Meu livro - http://www.momentocomdeus.com.br

Eleitor tem até amanhã para justificar ausência no segundo turno

Felipe Pontes
Quem não votou no segundo turno das eleições municipais de 2016 tem até amanhã (29) para justificar a sua ausência junto à Justiça Eleitoral. Para tanto, o eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (disponível na internet) e entregá-lo em qualquer cartório eleitoral, onde deve apresentar também um documento oficial original com foto, como carteira de identidade (RG), carteira de habilitação ou carteira de trabalho.

Devem ser anexados ainda documentos que comprovem o motivo da ausência, tais como atestado médico ou comprovante de viagem. A justificativa será analisada por um juiz eleitoral, que pode acatar ou não a explicação dada pelo eleitor.

O portador de título eleitoral que não justificar a ausência fica sujeito a diversas sanções, como não poder requerer passaporte ou carteira de identidade; receber salário de entidades públicas ou assistidas pelo governo; solicitar empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito subsidiado pelo governo; inscrever-se em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos.

Caso não justifique a ausência, o eleitor poderá regularizar sua situação no futuro, por meio do pagamento de multa, que será estabelecida pelo juiz eleitoral de sua região e pode variar de R$ 1,05 a R$ 3,51. Dependendo da situação econômica do eleitor, a penalidade pode ser multiplicada e chegar a R$ 35,10.

O eleitor que não votar em três eleições consecutivas, não justificar sua ausência e não quitar a multa devida terá sua inscrição cancelada. A Justiça Eleitoral ressalta que cada turno é considerado uma eleição separada.

Quem se encontrava no exterior no segundo turno das eleições e possui domicílio eleitoral em algum município brasileiro pode encaminhar a justificativa por via postal, diretamente a seu respectivo cartório eleitoral. Nesse caso, o eleitor tem o direito de deixar para justificar a ausência somente após o retorno ao Brasil, no prazo de 30 dias.

Em alguns estados, é possível fazer a justificativa pela internet. São eles: Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. Os links para o sistema online de justificação podem ser encontrados nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais de cada estado.

Fonte: AB

Boas festas 360 Way Up


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Carrie Fisher, a Princesa Leia de Star Wars, morre aos 60 anos

Líria Jade
A atriz Carrie Fisher, conhecida por interpretar a Princesa Leia Organa da saga Star Wars, morreu hoje (27) de ataque cardíaco aos 60 anos. Um porta-voz da família, Simon Halls, deu a notícia à revista norte-americana People. “É com grande pesar que Billie Lourd confirma que sua amada mãe, Carrie Fisher, morreu às 8h55 desta manhã. Ela era amada pelo mundo e sua ausência será profundamente sentida. Nossa família agradece pelos pensamentos e orações”, declarou.

No dia 23 de dezembro, a atriz sofreu uma parada cardíaca dentro de um avião enquanto voava de Londres para Los Angeles. Carrie foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do UCLA Medical Center, em Los Angeles, onde recebeu tratamentos até sua morte.

Carrie Fisher tinha apenas 19 anos quando o primeiro filme da saga Star Wars foi filmado. A Princesa Leia era uma das personagens mais queridas dos fãs do clássico de ficção científica. A atriz participou de todos os filmes da trilogia original dirigida por George Lucas e voltou a estrelar os longas da nova fase: Episódio VII: Despertar da Força, de 2015, e Episódio VIII, com estreia prevista para o fim de 2017. A heroína faz também uma aparição em Rogue One: Uma História Star Wars, que chegou aos cinemas em dezembro deste ano.

Além de atuar, Carrie também trabalhou como escritora e roteirista. Ela estava a caminho de Los Angeles para o lançamento de seu livro de memórias, The princess diarist. Na obra, a atriz detalha a experiência de ter trabalhado na série Star Wars e seu breve caso com Harrison Ford, Han Solo nos filmes. Segundo ela, o romance durou três meses.

Em 1987, Carrie lançou o livro Postcards from the Edge, adaptado para o cinema com o título Lembranças de Hollywood, com Meryl Streep e Shirley McLaine nos papéis principais.

Fonte: AB

Onze dos 27 presos são recapturados após fuga em Franco da Rocha

Fernanda Cruz
Subiu para 11 o número de presos recapturados que fugiram do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. No total, 27 presos fugiram na madrugada de hoje (27), de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do estado.

Os presos serraram as grades das celas e conseguiram pular o muro da unidade, que funciona em regime semiaberto. Os recapturados vão regredir para o regime fechado.

A detenção semiaberta não tem vigilância armada, não é cercada por muralhas e os presos podem sair para trabalhar e estudar mediante autorização judicial.

Os fugitivos não tiveram o benefício da saída temporária de Natal e Ano Novo. A fuga ocorreu às 3h e a Polícia Militar foi imediatamente acionada. As buscas continuam com auxílio dos agentes penitenciários e da Guarda Civil.

Fonte: AB

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Avião da Chapecoense caiu por pane seca e estava com excesso de peso

Aline Leal
Informe preliminar da investigação divulgada hoje (26) pela Aeronáutica Civil da Colômbia aponta que o avião da Chapecoense estava com excesso de peso quando caiu com 77 pessoas a bordo, mas que o acidente foi devido à falta de combustível. O acidente, que aconteceu na madrugada de 29 de novembro, deixou 71 mortos, entre jogadores da equipe, dirigentes, tripulantes e jornalistas.

Além disso, havia falhas no plano de voo da viagem que levaria a equipe de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para Medellín, na Colômbia, onde o time disputaria a primeira partida da final da Copa Sulamericana contra o Atlético Nacional.

As gravações da caixa-preta registram que os tripulantes falaram sobre cálculo de combustível durante o voo. De acordo com as autoridades, um sobrevivente disse que a princípio o avião pararia em Cobija para abastecimento, mas a parada não aconteceu.

Segundo a Aeronáutica Civil, não havia um aeroporto alternativo para pouso no plano de voo e o combustível disponível era exatamente o necessário para o tempo de voo estimado. No entanto, o tanque do avião deveria ter uma reserva para emergência suficiente para mais uma hora e meia de voo.

Pouco antes do acidente, na última gravação durante o voo, a tripulação que levava a equipe da Chapecoense pediu para alterar a rota, devido condições meteorológicas adversas, segundo o informe preliminar.

Fonte: AB / Foto: Divulgação/ Cleberson Silva/ Chapecoense

Movimento nas rodovias rumo a praias paulistas começa a diminuir, diz Ecovias

Marli Moreira
O movimento de veículos no Sistema Anchieta-Imigrantes foi intenso em ambos os sentidos durante toda a manhã de hoje (26), mas os trechos de congestionamento diminuíram a partir do começo da tarde, segundo a concessionária Ecovias.

Quem segue para o litoral paulista vai encontrar morosidade entre os quilômetros 47 e 53. No lado oposto, as filas se estendem entre o km 59 e km 52. Como o fluxo é maior rumo à Baixada Santista, a concessionária implantou a Operação Descida, com sete pistas abertas. No sentido contrário, três faixas estão abertas em direção à capital paulista.

Da 0h da última quarta-feira (21) até as 16h18 de hoje, mais de 376 mil veículos desceram a serra a caminho das praias paulistas. Já em direção à cidade de São Paulo, foram contabilizados 286 mil veículos. A previsão é que o movimento no período de Ano Novo atinja entre 480 e 700 mil veículos.

Fonte: AB

Neymar e Oscar são os jogadores mais bem pagos do mundo

Considerado um dos melhores jogadores do mundo, o atacante do Barcelona, Neymar Júnior,
afirmou não estar incomodado por não receber o prêmio Bola de Ouro. "Estou muito feliz aqui no Barcelona, com a família e com a equipe, com a vida que tenho. Se não ganhar a Bola de Ouro, não tem problema. Eu não jogo futebol para isso, jogo para ser feliz porque gosto do futebol. Ganhar a Bola de Ouro é consequência do trabalho", afirmou o atleta em entrevista ao site oficial do Campeonato Espanhol. As informações são da Agência Ansa.
 
Segundo levantamento publicado pelo jornal espanhol "Marca", Neymar lidera o ranking dos jogadores mais bem pagos do mundo, com um salário de cerca de 30 milhões de euros (R$ 102,7 milhões) por temporada. Em segundo lugar, está o também brasileiro Oscar, recém-contratado pelo clube chinês Shanghai, por cerca de 24 milhões de euros (R$ 84,5 milhões).

A terceira posição ficou com o craque argentino Messi, que recebe 22 milhões de euros, seguido do português Cristiano Ronaldo, contratado por 21 milhões de euros. O quinto lugar da lista é ocupado pelo brasileiro Hulk, também jogador da liga chinesa. A sexta posição ficou com o francês Paul Pogba, que defende o Manchester United e recebe 17,5 milhões de euros por temporada, seguido pelo inglês Wayne Rooney, que fatura cerca de 17,1 milhões.

Fonte: AB

Natal rouba, mata e destrói, por Ubirajara Crespo

A Árvore de Natal pode matar, roubar e destruir?

O que torna uma festa pagã é o modo como os seus participantes a celebram. O paganismo está entranhado na alma de pessoas e não nas festas, nem nos objetos usados ali.

A árvore de Natal, as luzes, e o papel crepom, não tem significado próprio. Um objeto não tem a capacidade de escolher o que ele representa, nós é que escolhemos o que ele vai representar para nós. Somos nós mesmos, que imprimimos valores nas coisas, lugares, roupas e pessoas.

Na Índia, a vaca é sagrada, no Brasil nós assamos a sua carne e comemos. Não pretendo deixar de comer um bom churrasco, só porque em algum lugar a vaca é objeto de culto.

Também não deixarei de enfeitar o meu Natal com uma árvore iluminada, só porque algum dia, em algum lugar, um determinado povo, que nem existe mais, sacrificava pessoas em baixo de árvores enfeitadas. Já vivi quase 70 natais e nunca sacrifiquei ninguém debaixo da minhas árvores. Poderia ser até uma jaqueira, mas escolhi o Pinheiro, porque acho mais bonitinho.

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convém. É o modo como lidamos com tudo o que existe, que faz com que uma prática seja classificada como maligna ou benigna.
Uma pergunta parece não querer se calar: o que uma árvore enfeitada tem a ver com o Natal? Nada, absolutamente nada.

Para mim é apenas um enfeite bonito, que, com o tempo, passou a indicar, que em minha casa nós adoramos Jesus, o Deus Encarnado.

Se alguém aqui, associa a árvore a alguma espécie de festa pagã, é melhor não usá-la. Lá no fundinho de sua alma, poderá ser revivido um demônio já derrotado na Cruz, mas apenas adormecido em você.

Não pode bobear para o maligno. Ele é capaz de nos convencer que é um leão, só porque sabe imitar o seu rugido. Ora, se ele é capaz de lhe convencer que é o próprio leão em pessoa, tentará dar ao Natal um significado diferente e esvaziar o sentido da encarnação e tentar fazer com que pareça uma festa anti cristã.

Ele já tentou esvaziar este significado, ao convencer Herodes de que deveria matar o futuro rei de Israel, convencendo-o de que Jesus o usurpador do seu trono que nasceria em Belém da Judéia, deveria ser destruído.

Tranque as portas da sua casa para simulações diabólicas rugindo como se fosse rigor doutrinário pintado com as cores de um colibri.

Fonte: Sob Nova Direção

Diretrizes visam igualdade de direitos entre meninas e meninos

Uma resolução da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania objetivando garantir a igualdade de direitos entre meninas e meninos nas políticas públicas de atenção e proteção de crianças e adolescentes foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (26) .

A norma apresenta recomendações a diversos órgãos públicos, bem como diretrizes voltadas a políticas de educação e de saúde sexual e reprodutiva para o público alvo. Por meio da medida, o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) pretende superar situações que desfavoreçam o pleno desenvolvimento das meninas.

A resolução pede aos órgãos do Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes que assegurem a igualdade de direitos entre meninas e meninos, com prioridade para iniciativas que visem proteger as meninas contra as discriminações e violências de gênero. A resolução recomenda ainda, a órgãos responsáveis pelas políticas públicas de educação, saúde, assistência social, cultura, esporte, proteção e defesa, que promovam capacitações para seus quadros sobre o assunto.

Recomenda também a ampliação e o aprimoramento de programas de formação voltados a profissionais de educação e às políticas de saúde sexual e reprodutiva, com o objetivo de incluir, nos projetos o tema da igualdade de direitos entre meninas e meninos.

Por fim, a resolução recomenda que esses mesmos princípios sejam levados em consideração nos serviços prestados por órgãos do Poder Judiciário, Ministério Público da União e dos Estados, Defensoria Pública da União e estaduais, Advocacia-Geral da União, procuradorias-gerais dos estados, polícias civil, militar e federal, ouvidorias e conselhos tutelares.

Fonte: AB

Anac reajusta tarifa de embarque de seis aeroportos a partir de janeiro

A Agência Nacional de Aviação Civil  (Anac) publicou hoje (26) no Diário Oficial da União decisão de alteração unilateral no contrato de concessão de seis aeroportos do país. As alterações modificam, entre outros pontos, valores de taxas de embarque de voos domésticos e internacionais.

As taxas serão alteradas nos aeroportos internacionais do Galeão, no Rio de Janeiro; de Cumbica, em Guarulhos (SP); Juscelino Kubitschek, em Brasília; Tancredo Neves/Confins, em Belo Horizonte; Viracopos, em Campinas (SP); e de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte.

De acordo com a Anac, independentemente da tarifa praticada e dos reajustes decorrentes do contrato de concessão de cada aeroporto, para voos internacionais será aplicado valor adicional do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) que corresponderá sempre a US$ 18. As alterações começam a valer a partir de 1º de janeiro de 2017.

Fonte: AB

Avião russo pode ter caído por falha técnica ou humana

O Ministério dos Transportes da Rússia afirmou nesta segunda (26), que a queda de um avião militar russo neste domingo (25), no Mar Negro, aconteceu provavelmente devido a um erro do piloto ou a uma falha técnica. As informações são da Agência ANSA.

A aeronave Tupolev-155 levava 92 pessoas, entre tripulação e passageiros, e havia partido de Sóchi, na Rússia, com destino a Latakia, na Síria, onde os 64 membros do Coral do Exército Russo que estavam à bordo fariam uma apresentação na noite do Ano Novo para as tropas que estão na área. Além deles, estavam no avião outros militares e nove jornalistas

No domingo, as autoridades russas já haviam descartado a possibilidade da queda se tratar de um atentado terrorista, opção que depois foi novamente analisada. O Ministério dos Transportes russo afirmou que o piloto do avião, Roman Volkov, era muito experiente e tinha mais de 3 mil horas de voo e que a aeronave sinistrada tinha 33 anos.

De acordo com o vice-presidente da Comissão Parlamentar sobre a Política Econômica, Serghiei Kalachnikov, a idade avançada do avião não significa que o mesmo não funcionava bem. "Trinta e três anos é um bom tempo, mas não é crítico", declarou ele à imprensa.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, decretou para esta segunda um dia de luto nacional. "Haverá uma investigação aprofundada na região da catástrofe e faremos tudo para dar apoio às famílias das vítimas", explicou Putin.

Operação resgate
A Rússia montou uma mega operação de busca dos destroços do avião sinistrado, que envolve 32 navios, cinco helicópteros, um avião e drones. Além disso, 80 mergulhadores foram enviados à área de acidente e 100 devem serão enviados em breve.

Especialistas dizem que todos os fragmentos e destroços do avião serão recuperados do mar no prazo de uma semana, se tudo correr como esperado. Mais de três mil pessoas fazem parte da operação.

Fonte: AB / Com informações da Rádio França Internacional - RFI, em Moscou / Foto: Anatoly Maltsev