Ângulo Produções

Ângulo Produções
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Governo do Nepal diz que o país não pode perder a atenção do mundo

O Governo do Nepal considerou hoje (25) crucial que o país não perca a atenção do mundo, um mês depois do terremoto que causou mais de 8,6 mil mortos e deixou um rasto de destruição.

O ministro da Informação e Comunicações, Minendra Rijal, disse nesta segunda-feira que o Nepal ainda precisa de fundos para dar teto a todos os que perderam suas casas. "Não podemos perder a atenção do mundo. Temos de reconstruir [tudo] a partir dos escombros", disse Rijal.

Os doadores, acrescentou, podem confiar que "o dinheiro dado ao Nepal será usado com eficiência, com transparência" para reconstruir o país atingido por um sismo de magnitude 7,8 no dia 25 de abril e por uma forte réplica de 7,3, em 12 de maio. Os tremores causaram mais de 8,6 mil mortos e 16,8 mil feridos, segundo os dados difundidos pelo Governo nepalês.

O ministro reconheceu que ainda há carências, como a falta de lonas para erguer tendas para dar abrigo a quem perdeu casa, e o governo nepalês trabalha para "levar as pessoas de alojamentos temporários para outros permanentes".

Os trabalhos de assistência vão durar ainda "cinco ou seis meses", após os quais as autoridades preveem começar as tarefas de reconstrução, calculando que sejam necessários "cerca de US$ 2 milhões, dos quais o governo dispõe de cerca de 200", afirmou o governante. "Esperamos cobrir esta lacuna no finamento com os países doadores", disse, mostrando-se confiante "na generosidade das nações, nos bons samaritanos de todo o mundo".

Fonte: AB

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Etiqueta nas redes sociais e nos negócios

Usar as redes sociais para se relacionar com os clientes tornou-se praticamente uma obrigação para a empresa se manter competitiva no mercado. No entanto, é necessário critério. Quando utilizadas de forma equivocada, elas podem trazer mais prejuízos do que benefícios. Esse ambiente virtual requer um código de conduta ou, em outras palavras, ter etiqueta, o que nem sempre é observado no dia a dia.

As redes sociais são uma vitrine e expõem seu negócio à opinião pública. O que for postado vai colar na imagem do empreendimento e contribuir para a clientela formar conceitos a respeito dele. Uma vez publicado algo na internet, você não tem mais controle sobre o alcance daquele conteúdo.

Há poucos anos, uma cliente foi xingada por uma loja virtual no Facebook (não vou citar nomes) porque reclamou a não entrega de um produto. O ocorrido ganhou enorme repercussão e revoltou os internautas que se manifestaram em massa. A empresa pediu desculpa e disse que demitiu o funcionário responsável pelos insultos. Mas o estrago já estava feito.

Desse episódio tiramos nossa primeira e fundamental lição: bom senso. Sem ele, lidar com o público vai ser um perigo permanente. Como alguém acha que pode resolver um problema com o consumidor partindo para a agressividade?

Junto com o bom senso, vêm educação, tolerância e simpatia. Quem atende deve manter a tranquilidade, apresentar argumentos sólidos e propor uma solução. Assim, a possibilidade de se chegar a um bom termo é bem maior.

Outra regra a ser seguida: ser relevante nas comunicações. As páginas mais interessantes vendem produtos, mas também oferecem informação. E jamais atropele o cliente com uma infindável quantidade de postagens. Ele tem outros interesses e não quer saber da sua empresa 24 horas por dia. Também evite posts polêmicos ou ofensivos.

Responda rápido e mostre interesse em atender. Deixar o cliente esperando seu retorno só vai irritá-lo e demonstrar menosprezo. As redes sociais exigem agilidade. E nada de resposta fria, padrão, que não diz nada. O consumidor quer ser tratado como único.

Por fim, não minta. Enganar o cliente é assassinar seu negócio.

Esses são apenas aspectos básicos, porém quando colocados em prática podem trazer bons resultados para a relação entre a micro e pequena empresa e seu público.

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP
Fonte: AI

Câmara de Poá recebe Subimpério do Divino

A abertura do Subimpério foi feita com a bênção do Padre Reginaldo Martins da Silva que conduziu as orações

A Câmara de Poá recebeu nesta sexta-feira (22 de maio), o Subimpério do Divino Espírito Santo. O altar foi inaugurado no Plenário “Osvaldo Leite Dantas” e deve permanecer até o encerramento da Festa do Divino, que nesse ano está sendo celebrada desde o dia 14 de maio e será encerrada no próximo domingo, 24, Dia de Pentecostes.

“É uma honra muito grande para a Câmara receber o Subimpério do Divino, já que representa a união, a paz, o respeito e a fé. Esse é um momento muito importante para o Legislativo, que está de portas abertas para os fiéis”, afirmou o presidente da Câmara de Poá, Mário Massayoshi Kawashima (PSD), o Mário Sumirê.

A Festa do Divino Espírito Santo de 2015 está sendo liderada pelos festeiros Carlos Alexandre Sheid e Viviane Aparecida M. P. Sheid. Já o casal de capitães de mastro deste ano é formado por Adilson Oliveira Santos e Sandra Maria da Silva.

“Agradecemos a Câmara por acolher o Espírito Santo, recebendo o subimpério. Este é um grande passo para divulgarmos cada vez mais a Festa do Divino, e este apoio é fundamental”, apontou Sandra Maria da Silva.

A abertura do Subimpério foi feita com a bênção do Padre Reginaldo Martins da Silva que conduziu as orações.

“A inauguração do Subimpério na Câmara Municipal é muito importante para a Cidade, já que está é uma festa tradicional, que leva a paz e, principalmente, a presença do Espírito Santo para a população”, descreveu o reverendo.

Na ocasião foram entoados hinos em louvor ao Espírito Santo, bem como orações em devoção ao Divino.

As festividades seguem até o próximo domingo, na igreja Matriz de Poá, Nossa Senhora de Lourdes.

Também participaram da abertura do Subimpério do Divino Espírito Santo o vice presidente do legislativo poaense, Lázaro Borges (PROS), e os vereadores Luiz Antônio Soares de Oliveira (SD), o Tonho de Calmon, e Luiz Eduardo Oliveira Alves (PPS), o Edinho do Kemel, além do presidente da Câmara de Itaquaquecetuba, Wilson dos Santos (PTN), o Wilson Pirata.

Fonte: AICMP

Rotaracts Clubs atendem mais de 900 famílias no Parque Marengo em Itaquaquecetuba

Durante o evento aconteceu diversas palestras e atendimentos, além da distribuição de 12 toneladas de alimentos

Recepção do Projeto na parte da manhã
No último domingo (17/05) foi realizado o Projeto “4430 Transformando Vidas - Parte II” no bairro Parque Residencial Marengo em Itaquaquecetuba. Este Projeto é realizado pelos Rotaracts Clubs do Distrito 4430 que compreende a região do Alto Tietê, Guarulhos, Zona Leste e Zona Norte de São Paulo. Em 2014 o mesmo Projeto foi realizado no bairro Pequeno Coração. O Rotaract Club de Itaquaquecetuba foi o anfitrião desta ação.

O Rotaract é um Programa Estruturado do Rotary International para jovens de 18 a 30 anos de idade, tem por objetivo a formação de líderes e o trabalho social em diversas comunidades do mundo. O Distrito 4430 compreende 27 Rotaracts Clubs.

O Projeto promoveu um dia de atendimentos e ações sociais para os moradores do Parque Marengo,
Voluntário explica Projeto para moradoras do Bairro
em parceria com a EM Alceu Magalhães Coutinho que cedeu seu espaço físico. Durante o evento as pessoas presentes puderam receber orientações jurídicas, acompanhar palestras sobre saúde bucal, reeducação alimentar, cozinha de baixo custo, combate e prevenção de incêndios, além de uma Oficina de Currículos e outros atendimentos como testes de glicemia e medição de pressão arterial. Após a pessoa participar de no mínimo três atendimentos, ela teve direito a um kit de alimentos (5 kg de arroz, 03 kg de feijão, 1 kg de sal e 1 litro de óleo), de acordo com o tamanho da sua família, onde famílias grandes receberam até três kits.

Paula Gregório, atual Presidente do Rotaract Club de Itaquaquecetuba, anfitriã do Projeto comentou que “O Projeto Distrital 4430 Transformando Vidas – Parte II, foi um grande marco para a Gestão que está se encerrando, mas principalmente para a comunidade do Marengo que foi beneficiada não apenas com os alimentos mas com o conhecimento e as orientações recebidas nas palestras. Tudo isso foi possível graças a comunidade local, membros do Rotaract e Rotary e diversos parceiros.”

O evento atendeu 971 famílias, houve a participação de 130 voluntários e foram distribuídas mais de 12 toneladas de alimentos para as famílias presentes. A média do número de integrantes das famílias de acordo com o cadastro realizado, foi de quatro pessoas por casa, segundo os organizadores, eles calculam que a distribuição de kits chegou a quase 4 mil moradores do bairro.

De acordo com Arthur Sanches, Representante Distrital de Rotaracts Clubs do Distrito 4430 “Tínhamos o objetivo de atender 150 famílias e arrecadar 1,5 toneladas de alimentos para proporcionar o Projeto às famílias da comunidade do Marengo, porém houve grande empenho e esforços conjuntos do Rotaract, Rotary e amigos de todos os envolvidos, quase multiplicamos por dez esse resultado.” Arthur enfatiza que “O engajamento de todo o Distrito propiciou a grandeza do projeto.”

A repercussão na comunidade foi muito positiva de acordo com o morador Claudionor Almeida Filho “Esse projeto entrou para a história do bairro, nunca vi um projeto tão grande em nosso bairro.” O vice-diretor da EM Alceu Magalhães Coutinho, Francisco Ferreira, comentou que “O projeto superou todas as expectativas, atingiu de forma positiva nossa comunidade e cumpriu importante papel social.”

O Projeto contou com o apoio do Rotary Club Itaquaquecetuba, da EM Alceu Magalhães Coutinho, moradores do bairro, da Polícia Militar, do SAMU, da Guarda Civil Municipal (GCM), RGR Contabilidade, Roda D’água'Água Restaurante e Cachaçaria, All Pick Up, Domeni Turismo, Supermercado Takahashi e a Rede Atacadista Seta.

Fonte: AI

Presidente da Câmara de Itaqua participa de reunião da Câmara Técnica em Poá

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Itaquaquecetuba, Wilson dos Santos, o Wilson Pirata (PTN), participou de 2ª reunião da Câmara Técnica Legislativa do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê), realizada na Casa de Leis da cidade de Poá, na manhã desta sexta-feira, dia 22. O encontro teve como pauta a situação da Saúde na região.

O objetivo da reunião era apontar os principais problemas da Saúde e sugerir soluções para que seja preparado um documento que será entregue ao secretário estadual de Saúde, David Uip, na próxima terça-feira, dia 26, durante a reunião do Consórcio, em São Paulo.

“Essas reuniões são muito interessantes, pois contam com pauta única, ou seja, centralizamos em um tema e discutimos de forma direta e rápida, assim chegamos a um denominador comum que vai de encontro com o interesse de todos”, explicou Wilson Pirata.

A falta de leitos e especialistas na região, foram dois pontos destacados no encontro e que, também serão entregues ao secretário estadual. “Essa Câmara Técnica nasceu com o objetivo de ser funcional e os presidentes do legislativo regional entenderam isso e se uniram para buscar melhorias para o Alto Tietê, na terça-feira estaremos lá na Secretaria Estadual de Saúde para levar as nossas reivindicações em nome da região”, afirmou o presidente da Casa de Leis itaquaquecetubense.

Fonte: AICMI

Senadores apuram ameaças entre moradores de acampamento no DF

Denúncias de ameaças entre moradores de acampamento rural no entorno do Distrito Federal motivaram hoje (22) uma diligência da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal ao acampamento Tiradentes, que fica a 4 quilômetros distante de São Sebastião. O motivo das ameaças é a disputa entre os moradores do local pelo uso da terra e regularização das casas.

De acordo com o senador Hélio José (PSD-DF), a partir da averiguação feita pela diligência o caso será encaminhado aos órgãos competentes do governo do Distrito Federal (DF), solicitando apuração das denúncias e emergência na regularização das famílias que moram no local.

"Acredito que isso deva levar mais ou menos 20 dias, até ser tudo devidamente averiguado no Senado. Depois, o assunto será encaminhado aos órgãos competentes. A Secretaria de Agricultura do DF já disse estar encaminhando o processo, no que cabe a ela, para que os moradores sejam regularizados na área", disse o senador.

O acampamento está dividido em dois grupos de moradores, que se acusam de tentar trazer para o terreno pessoas que não moram no local, mas que poderiam ser beneficiadas com a regularização da propriedade. Os dois grupos se dizem vítimas de ameaças e extorsão.

A propriedade é da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), mas os moradores já ocupam o lugar há cinco anos. De acordo com as partes envolvidas, o terreno já foi doado ao governo distrital, que espera que haja uma solução para a regularização do terreno de 400 hectares.

Fonte: AB

quinta-feira, 21 de maio de 2015

LDO de Poá prevê receita R$389,5 para 2016

Audiência Pública deverá expor as principais metas e estimativas de arrecadação para o próximo ano; peça que auxilia a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), deverá ser votada antes do recesso parlamentar

O projeto de lei que dispõe sobre a fixação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município de Poá para o exercício do ano que vem estima uma arrecadação de R$389,5 milhões. O texto de autoria do Poder Executivo passará por audiência pública na Casa de Leis, antes de ser votado em dois turnos em plenário. A matéria precisa ser votada antes do recesso, portanto, até 30 de junho.

De acordo com o projeto de lei da LDO 2016, protocolado na Câmara poaense, atende à disposição constitucional, normas da Lei Orgânica do Município (LOM), bem como da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar Federal nº 101/2000) e estabelece as diretrizes a serem observadas na elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2016 que deverá chegar ao Legislativo até setembro.

O referido projeto dispõe sobre as prioridades, metas, resultados fiscais, a estrutura e organização do orçamento anual, sendo considerado de extrema relevância para a elaboração da peça orçamentária, conforme a realidade econômico-financeira do município para uma gestão responsável.

Segundo o Executivo, o documento faz parte dos programas constantes no Plano Plurianual (PPA) para o período de 2014 a 2017, observadas as exigências contidas na Lei de Responsabilidade Fiscal.

No exercício de 2016, com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), a prefeitura espera obter R$171,2 milhões, com o Imposto sobre Serviços (ISS), R$148 milhões, com o Fundo de Participação do Município (FPM), o repasse aguardado da União é de R$40,2 milhões e com o Fundo de Valorização da Educação Básica (Fundeb), R$20,6 milhões. Já com o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), cobrado pelo governo estadual R$13 milhões.

Além disso, o Poder Executivo conta com R$176,4 milhões em convênios, inclusive, os assinados com a União.

Fonte: AICMP

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Agências bancárias deverão disponibilizar cadeiras de rodas para idosos e portadores de necessidades especiais em Itaquaquecetuba

As agências bancárias situadas no município de Itaquaquecetuba terão que disponibilizar cadeiras de rodas para idosos ou portadores de necessidades especiais. A novidade se deve à aprovação do projeto de lei do vereador Rolgaciano Fernandes Almeida (PTN), ocorrida na noite desta terça-feira, dia 19, durante a 16ª sessão ordinária de 2015.

De acordo com a propositura, o objetivo é promover uma melhor mobilidade para as pessoas mencionadas acima. “As agências deverão deixar as cadeiras de roda em locais visíveis e de fácil acesso, além de afixar cartazes na entrada informando sobre a disponibilidade das cadeiras”, destacou Rolgaciano.

O projeto que foi aprovado por unanimidade prevê, em caso de não cumprimento da lei, a notificação por escrito com o prazo de 15 dias para se adequarem, em caso de descumprimento da notificação uma multa de R$ 3 mil será aplicada e, em caso de reincidência, haverá uma nova multa com o valor dobrado e, por fim, caso não haja mudanças, o alvará de licença de funcionamento será suspenso até a regularização da situação.

“Os próprios munícipes poderão fazer as denúncias junto ao setor de Fiscalização de Posturas da Prefeitura, a ideia é oferecer mais comodidade aos idosos e aos portadores de necessidades especiais que, em muitos casos, são obrigados a esperar por horas até serem atendidos dentro dessas agências bancárias”, afirmou o parlamentar, complementando que as agências terão o prazo de 120 dias para se adequarem a lei, a partir da data da sua publicação.

Fonte: AIMCP

terça-feira, 19 de maio de 2015

Armamento da Guarda estará entre os temas a serem debatidos em audiência pública sobre Segurança na Câmara de Mogi das Cruzes

O evento ocorrerá na sede do Legislativo, na quinta-feira, e será promovido pela Comissão Permanente de Segurança

A Câmara de Mogi das Cruzes receberá, na próxima quinta-feira (21), a audiência pública sobre Segurança. O debate será aberto ao púbico e contará com a presença das principais autoridades que atuam na área da Segurança Pública no município. Entre os temas a serem debatidos estão as estatísticas criminais da cidade, as ações especiais de policiamento e o armamento da guarda municipal. O evento será promovido pela Comissão Permanente de Segurança, presidida pelo vereador Claudio Miyake (PSDB).

A audiência pública terá abertura às 10 horas, sendo que no primeiro momento serão debatidas as ações das polícias Civil e Militar. A apresentação inicial ficará a cargo do Comando de Policiamento de Área Metropolitano (CPAM-12), que mostrará os dados estatísticos da Segurança Pública na cidade. O comandante, coronel Mauro Lopes, confirmou presença no evento. Logo em seguida, a Polícia Civil fará uma apresentação sobre as operações especiais realizadas em Mogi das Cruzes. O delegado seccional, Marcos Batalha, informou que comparecerá acompanhado de diversos delegados da cidade.

Na segunda fase da audiência, está prevista a discussão sobre o armamento da Guarda Municipal. O secretário municipal de Segurança, Eli Nepomuceno, e o adjunto, tenente-coronel Paulo Roberto Madureira Sales, devem apresentar os argumentos do Poder Executivo na apresentação do projeto de lei que altera o estatuto da Guarda, permitindo o uso de armas pela mesma. A proposta foi encaminhada à Câmara no mês de março e encontra-se em análise das comissões da Casa.

“A audiência debaterá a Segurança Pública de forma geral em nosso município. O armamento da Guarda Municipal é uma questão que merece atenção especial e vamos debater o tema de forma aberta, com a presença da sociedade. A expectativa é de que possamos dialogar de forma clara com as autoridades da Segurança e coletar dados que ajudem os vereadores a embasar os votos no futuro, quando o projeto de lei for a plenário para votação”, esclarece o vereador Claudio Miyake.

Após as apresentações, haverá espaço para as considerações dos membros da Comissão de Segurança - Claudio Miyake, Iduígues Ferreira Martins (PT) e Roberto Valença Lima (PRB) – e dos demais vereadores presentes. Ao final, será realizado um debate com o público, inclusive com espaço para possíveis questionamentos. A audiência será realizada no Auditório Tufy Elias Anderi, nas dependências da Câmara.

Fonte: AI

Reitor recomenda paralisação das aulas na UFRJ até amanhã

A recomendação de paralisação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) continua até amanhã (19). Após pressão de alunos, diretores e funcionários da instituição, o reitor Carlos Levi cedeu e decidiu manter a recomendação de suspensão das aulas por mais um dia.

Durante reunião com diretores das unidades, iniciada às 16h30, o reitor e alguns decanos da instituição tentaram retomar as atividades da universidade amanhã , porque, pela manhã, no Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ), a empresa Qualitécnica, responsável pelas contratações, garantiu que pagará amanhã os salários de abril.

No fim da reunião, a pressão resultou na recomendação de manter paralisação em todas as unidades, que podem decidir se aderem ou não. Os alunos reivindicaram e o reitor concordou com a convocação de uma sessão extraordinária do Conselho Universitário (Consuni), de modo a discutir questões da assistência estudantil.

O conselheiro Rafael Almeida, do corpo discente do Consuni, informou que o problema da assistência estudantil é grave e deve ser resolvido. “Os problemas da assistência estudantil só ganharam força com a ocupação.” Durante a reunião de hoje, o reitor decidiu por não abordar a questão, uma vez que a plenária  tinha sido convocada para solucionar a situação dos trabalhadores terceirizados.

O atraso no pagamento dos salários dos funcionários da Qualitécnica vem ocorrendo desde o fim de 2014. Marlon Faria, gerente operacional da empresa, argumentou que o problema é que a UFRJ não tem repassado integralmente os valores do contrato.

O reitor da universidade,  afirmou que, até o fim desta semana, providenciária o repasse de R$ 107 mil à Qualitécnica. Segundo ele, esse valor é referente a duas faturas em aberto.

De acordo com o compromisso firmado hoje no MPT-RJ, os cerca de 1,2 mil funcionários terceirizados terão os salários de abril depositados amanhã. Os vales transporte e alimentação terão de ser creditados a partir de hoje.

O MPT-RJ confirmou para quinta-feira (21), às 16h, uma outra audiência para firmar o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre a UFRJ e a Qualitécnica.

Fonte: AB

Food Trucks movimenta Praça dos Eventos e fortalece o Turismo em Poá

O evento inédito na região atraiu grande número de pessoas, entre eles a apresentadora de Tv, Cátia Fonseca e o Chefe Felipe Cilli do programa Mulheres da TV Gazeta, que foram recepcionados pelo prefeito Marcos Borges

O prefeito Marcos Borges com a apresentadora Cátia Fonseca
A Prefeitura de Poá inova sem parar nos eventos culturais na cidade. O ‘Comboio Food Trucks’, formado por verdadeiros restaurantes e lanchonetes gourmet sobre rodas, aconteceu neste fim de semana (16 e 17/05), na Praça de Eventos ‘Lucília Gomes Felippe’, no Centro, e atraiu centenas de visitantes. O evento, inédito na região do Alto Tietê, surgiu de um encontro entre o prefeito Marcos Borges (o Marcos da Gráfica), com o famoso chef de cozinha Felipe Cilli, que esteve pela segunda vez na cidade com o seu food truck.

O prefeito Marcos Borges, enfatizou que o objetivo é ampliar e inovar em eventos e este foi um sucesso e atraiu inclusive, a apresentadora da Gazeta, Cátia Fonseca. “A população merece uma
João Phaiska cantando no evento
programação de qualidade e diferenciada e todos elogiaram a iniciativa. Este retorno é essencial, uma vez que o foco é ter uma agenda de eventos não só para os poaenses, mas para toda região. O sucesso foi tão grande, que a cidade recebeu visitas ilustres, entre elas a da apresentadora Cátia Fonseca”, comentou o chefe do Executivo. Ele destacou também a visibilidade que eventos como este proporcionam para o município. “Recebemos muitos visitantes que agora conhecem a nossa querida cidade”, completou o prefeito ao recepcionar a apresentadora do programa Mulheres.

O Comboio reuniu 15 food trucks, na Praça, com variedades  gastronômicas. Quem foi ao evento pode apreciar o que há de melhor na culinária de rua, como pizzas; lanches gourmet; tortas premiadas como a de chocolate com pimenta; churros e outras diferentes sobremesas; comida italiana; japonesa; brasileira; entre outros.

Uma grande estrutura foi montada para a praça de alimentação coberta com cadeiras e mesas disponíveis, e ao centro, um palco com apresentações musicais com repertório diferenciado com jazz, blues e Música Popular Brasileira (MPB), interpretados por Phaisca, Luiz Sax, Vinicius e Banda, Quinteto Brassuka Jazz e Russo Jazz Band. A área de alimentação contou ainda com serviço de limpeza contínuo e um espaço foi reservado para estacionamento com segurança que foi muito elogiado pela apresentadora e convidada ilustre Cátia Fonseca: “Estou impressionada com a organização e com a quantidade de pessoas prestigiando, é tranquilo andar, sentar para apreciar os lanches e pratos, além da limpeza e o som maravilhoso e agradável. Poá está de parabéns, a Prefeitura e toda equipe dos Food Trucks. É um evento maravilhoso, afinal, tantos chefes renomados em um único lugar, não é todo o dia” declarou a apresentadora que ainda fez questão de frisar que adorou muito a cidade e que irá voltar mais vezes.

O prefeito Marcos Borges e o chefe Felipe Cilli 
De acordo com o secretário municipal de Cultura, Douglas Aspasio, o Comboio Food Trucks reuniu 40 opções de cardápio disponíveis, que agradou o público que se mostrou receptivo ao evento que é inédito no município e na região do Alto Tietê. Muitos ainda mesmo durante o evento solicitaram o retorno do Comboio ao secretário. “Agradou a todos e a Praça esteve repleta de pessoas, nos dois dias de evento”, disse.

O Comboio Food Trucks foi realizado com apoio da Prefeitura de Poá e das Secretarias Municipais de Cultura e Comunicação. Com uma variedade de restaurantes e lanchonetes gourmet sobre rodas, o evento contou a presença do chef de cozinha Felippe Cilli, da apresentadora Cátia Fonseca e do jornalista Fefito, ambos do programa Mulheres, da Gazeta. Estiveram presentes ainda secretários municipais e vereadores da cidade de Poá.

Fonte: SCP - Foto: Wanderlei Costa

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Adolescentes não podem ser “abandonados” no mundo virtual, dizem especialistas

Muitos pais ensinam os filhos a não conversarem com estranhos na rua e a não dizer o nome nem o endereço. No entanto, o mesmo cuidado não é tomado em relação ao mundo virtual.

O promotor de Justiça Thiago Pierobon, coordenador do Núcleo de Direitos Humanos do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), ressalta que a criança não pode ser “abandonada” no mundo virtual. “É muito importante que os pais, os professores, as pessoas que têm a guarda das crianças e dos adolescentes estejam mais envolvidas no sentido de não deixarem essas crianças abandonadas no mundo virtual, que elas estejam sob supervisão.”

Segundo ele, as novas mídias sociais, como o Facebook e, mais recentemente, o Whatsapp, associadas ao aumento do número de aparelhos celulares com acesso à internet potencializam as relações sociais exigindo uma maior atenção por parte dos pais ou responsáveis pelas crianças e adolescentes.

Permitir que eles utilizem tablets e computadores com acesso à internet sem supervisão aumenta o risco de que um adulto mal intencionado obtenha fotos e gravações e acabe compartilhando esse conteúdo na rede, diz o promotor.

Os especialistas são unânimes em relação à importância da informação no combate às novas formas de violação sexual praticadas pela internet, mídias sociais e pelo compartilhamento de fotos íntimas.

A professora Gina Vieira Ponte Albuquerque diz que percebeu, em sala de aula, que falta informação para os adolescentes e que muitos não têm noção do que estão fazendo quando se expõem em fotos provocantes ou de apelo sexual. “Se vai ou não postar um selfie com conotação sexual é importante que eles sejam conscientizados sobre os desdobramentos, a gente pensa que isso é óbvio, mas não é”, destaca.

Para Juliana Cunha, da organização não governamental Safernet, as crianças e os jovens têm que aprender a ser responsáveis. "O desafio da nova geração é vivenciar os contatos e namoros na internet com responsabilidade. A partir do momento que você envia uma imagem, você perde o controle sobre ela.”

Os conselhos sobre os perigos das ruas devem valer também para o mundo virtual, na opinião da advogada e idealizadora do Movimento Família Mais Segura, Patricia Peck. Ela alerta que a segurança das crianças e dos jovens começa pela informação. “Coisas simples. O pai ou a mãe olhar de vez em quando o computador do filho, fazer uma busca no Google colocando o nome do filho, sentar do lado para ver quem são os amigos digitais e que fotos estão sendo tiradas e compartilhadas”, exemplifica.

“Se fechamos a porta da rua de nossa casa todos os dias para evitar os perigos do mundo que nos cerca, devemos também fechar a outra porta, a do mundo digital”, avalia.

Além de zelar pela segurança dos filhos, os pais devem saber como funcionam os recursos que fornecem às crianças. “É como um brinquedo que você procura saber se é seguro, se está na idade adequada, lê as instruções para explicar as regras. O mesmo acontece na internet, os pais devem aprender a utilizar as mídias sociais, ler o termo de uso antes de permitir o acesso dos filhos”, defende Patrícia.
Segundo ela, a idade mínima para entrar no Facebook e no Instagram, de acordo com o termo de uso, é 13 anos. Para o aplicativo Whatsapp, 16 anos e para o Youtube, somente aos 18 anos.

Para os especialistas ouvidos pela reportagem, além da prevenção é preciso também quebrar as barreiras que impedem que esse tipo de violação venha à tona, ou seja, é preciso denunciar. Para eles, o silêncio é aliado da violência esteja ela no mundo real ou virtual.

Caso a criança ou o adolescente seja vítima de alguma violação por meio da internet, é preciso agir rápido, dizem os especialistas. É necessário procurar uma delegacia e um órgão especializado em crime na internet e evitar deletar posts ou mensagens para não comprometer as provas.

O presidente da Comissão de Informática e Direitos Eletrônicos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Minas Gerais, Luiz Felipe Freire, ressalta que o Marco Civil da Internet ajudou a combater os delitos na rede e a diminuir os danos. A norma estabeleceu regras para punir o autor do crime, ou seja, a internet é uma terra com leis.

No Brasil alguns estados, como o Rio de Janeiro, têm grupos especializados no combate a crimes cibernéticos.

“A partir das informações que nós obtemos de crimes praticados pela internet nós buscamos os dados dos usuários que fizeram a publicação e rastreamos os responsáveis tentando identificar o autor do crime”, explica o procurador Rafael Antônio Barreto, destacando que o avanço na legislação permite que as investigações sejam feitas de modo eficiente.

Segundo o promotor Thiago Pierobom, o desafio hoje não é mais a legislação e sim, a prevenção. “O nosso grande desafio hoje é aparelhar o Estado e realizar campanhas educativas adequadas para a prevenção desse tipo de violação de direitos”, destacou.

Fonte: AB

domingo, 17 de maio de 2015

Renan reúne governadores na quarta-feira para definir agenda federativa

A convite do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), governadores de todo país estarão em Brasília na quarta-feira (20). Com apoio do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Renan pretende retomar o debate de temas da agenda federativa, entre eles a repactuação das obrigações orçamentárias dos entes federativos para segurança pública, educação, saúde e previdência.

Com base na aprovação do novo indexador das dívidas dos estados, aprovado no fim de abril pelo Senado, Renan tem defendido que o Congresso ofereça alternativas para que os estados consigam driblar a crise no país. Segundo ele, a proposta, que ainda precisa da palavra final da Câmara, não impactou o superávit e foi “uma solução criativa para os estados no cenário de ajuste fiscal”.

A lista dos temas de interesse dos estados na Câmara e no Senado é extensa. Por isso, em tempos de ajuste fiscal, na terça-feira (19), um dia antes da reunião com os governadores, Renan e uma comissão de senadores se reunirão com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Na pauta, o debate sobre a viabilidade de algumas propostas, entre elas a da reforma do ICMS (PRS 1/2013).

A proposta de reforma do ICMS reduz as alíquotas interestaduais do imposto e garante maior arrecadação ao destino das mercadorias. Por isso, é alvo de disputa entre os estados. Aprovada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado em maio de 2013, o texto ainda precisa passar por duas comissões antes de seguir para o plenário da Casa.

“Esperamos uma sinalização do governo no sentido de formalizar uma proposta para criação dos fundos de Compensação de Desenvolvimento Regional, fundamentais para viabilizar a unificação do ICMS”, informou o senador Walter Pinherio (PT-BA), que participará do encontro de quarta-feira.

Para Pinheiro, além da reforma do ICMS, a retomada da agenda deve ter propostas que promovam o desenvolvimento regional e a repactuação das obrigações orçamentárias dos entes federativos. Segundo ele, o objetivo é auxiliar governadores na reestruturação das áreas de saúde, segurança e previdência estadual.

Apesar da importância do Pacto Federativo o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) não acredita em avanços nessa área.

“Sou muito cético quanto a isso. Tivemos uma reunião [com governadores de estado] há três anos , com uma pauta extensa, que não deu em praticamente nada. Se não tiver liderança na Presidência da República para tocar o debate, é muito difícil avançarmos, porque, de pires na mão, cada um vai puxar a brasa para sua sardinha. Por isso, acho improvável que saia um projeto consistente”, explicou Nunes.

De acordo com Aloysio Nunes, é fundamental a discussão da desoneração sobre os tributos federais cobrados sobre investimentos em saneamento.“O Brasil tem metade dos subsídios e não tem acesso à rede de esgoto. É uma reivindicação unânime dos governadores e um compromisso de campanha da presidenta Dilma.”

Desde a reunião lembrada pelo senador tucano, em março de 2013, o Congresso aprovou reivindicações antigas de estados e municípios, entre elas as novas regras de rateio do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) (Lei Complementar 143/2013). Deputados e senadores também aprovaram a Emenda Constitucional 84/2014, que aumentou em 1% o repasse de recursos pela União para o Fundo de Participação dos Municípios.

O encontro com os governadores no Senado será realizado dias antes da Marcha dos Prefeitos, marcada para ocorrer, em Brasília, entre 25 e 28 de maio. A expectativa é que o presidente do Senado crie uma comissão para discutir propostas federativas.

Fonte: AB

Pastor faz o parto de sua mulher dentro de ambulância atolada na Bahia

Na madrugada deste sábado (16), o Pastor Edvan Santos da Silva, de 28 anos, teve que realizar o parto da própria mulher dentro da ambulância que prestava o atendimento, depois que duas ambulâncias atolaram ao tentar chegar no bairro Parque Brasil, em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador).

A mulher de Edvan, Ana Vitória, de 24 anos, entrou em trabalho de parto durante a madrugada de sábado, 16, e ele pediu socorro. Mas a unidade do Samu ficou presa no calçamento da rua Canápolis, recentemente feito, que cedeu. O mesmo aconteceu com outra ambulância que foi enviada.

Sem atendimento médico para a esposa, o pastor decidiu fazer o parto e usou “técnicas aprendidas no cinema”. “No momento em que percebi que minha esposa já não estava mais aguentando manter a criança dentro dela, eu pedi para ela ficar tranquila e que se deitasse para que eu pudesse fazer todo o procedimento que eu já havia visto em filmes”, conta.

ambulâncias atoladasAmbulâncias ficaram presas em calçamento que cedeu:

Apesar da experiência inusitada, ele afirma que não ficou nervoso. “Eu me mantive tranquilo, aguardei a pontinha da cabeça da criança aparecer e fui tirando aos poucos, amparando-a em minhas mãos até que, de repente, ela já estava totalmente fora do ventre da mãe”, disse.

Ana Eloiza nasceu às 3 horas, e a ambulância do Samu chegou na casa do casal por volta das 5 horas. Mãe e filha foram levadas para o Hospital Mater Dei, em Feira de Santana, e passam bem.

Após o susto, o pastor, que comemora o nascimento do quarto filho, disse que agradeceu muito a Deus e que a experiência foi inesquecível. “Fui obrigado a passar por essa experiência, mas foi um grande momento. Foi muito forte e inusitado, e é uma coisa que vai marcar para sempre não só a minha vida, como o futuro dessa criança. A Bíblia diz que os filhos são herança de Deus e foi sobrenatural participar do nascimento de uma herança do Senhor”, declarou.

“Foi algo surpreendente. Deus me deu toda direção e sabedoria para que pudéssemos agir com o procedimento correto para que não houvesse complicações no decorrer do processo.

*Com informações: Acorda Cidade - Fonte: Amigos de Cristo

sábado, 16 de maio de 2015

APAE de Poá será contemplada com emenda de R$ 80 mil

Liberação partiu do Deputado Estadual André do Prado (PR), ofício foi entregue pelos vereadores que intermediaram a destinação, Gian Lopes (PR) e Welson Lopes (PROS), e lido durante sessão ordinária na Câmara de Poá

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Poá (APAE) será contemplada com uma emenda parlamentar no valor de R$ 80 mil. A liberação partiu do Deputado Estadual André do Prado (PR), ofício foi entregue pelos vereadores que intermediaram a destinação, Giancarlo Lopes, o Gian Lopes (PR) e Welson Lopes (PROS) e lido durante sessão ordinária na última terça-feira, dia 12 de maio, na Câmara de Poá.

De acordo com ofício assinado pelo parlamentar, líder do Partido da república na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, André do Prado, a emenda indicando o montante encontra-se cadastrada na Casa Civil.

Segundo o vereador Gian Lopes, a verba já tem destino certo. “Este valor irá beneficiar a entidade com a aquisição de um veículo van. De fato, todos ganham com a iniciativa, não só a APAE, mas também a cidade, que poderá atender com mais qualidade essa parcela da população. Trata-se de uma questão de saúde pública”.

Já Welson Lopes agradeceu a dedicação e compromisso que o deputado tem apresentado com o município. “Não poderia deixar de agradecer uma ajuda tamanha como essa. Certamente, a associação, os pais e também os excepcionais e amigos serão eternamente gratos pela benfeitoria”, agradeceu.

Com a aquisição do veículo, o atendimento prestado aos pacientes assistidos pela entidade terão mais qualidade e, consequentemente, conforto aos pais, responsáveis e, principalmente, aos portadores de necessidades especiais, já que muitos pais não contam com o serviço de transporte até a entidade.

O veículo também será útil para a retirada de donativos que a associação recebe, como por exemplo, a busca de alimentos, na capital paulista.

Fonte: AICMP

Roberto Jefferson deixa a prisão para cumprir pena em casa

O ex-deputado federal Roberto Jefferson, condenado a sete anos de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão, deixou hoje (16) o Instituto Penal Francisco Spargoli, em Niterói (RJ), e vai cumprir o resto da pena em prisão domiciliar.

O benefício foi autorizado ontem (15) pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), por Jefferson ter cumprido um sexto da pena em regime inicial semiaberto.  O ex-deputado ficou 14 meses preso e conseguiu completar um sexto da pena com desconto dos dias trabalhados em um escritório de advocacia como auxiliar de escritório.

Condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Jefferson disse estar aliviado e que pagou pelos crimes que cometeu. “Está pago, ainda tem algum tempo a cumprir, mas está pago”, disse a jornalistas na saída do prédio.

Perguntado se sabia do esquema de corrupção na Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato, o ex-deputado disse que não pode falar sobre esses assuntos, cumprindo regra imposta pelo ministro Barroso. “Está aqui, mas não posso falar nada”, disse, levando a mão à garganta.

Operado em 2012 para a retirada de um tumor no pâncreas e de partes de outros órgãos do sistema digestivo, Jefferson disse que vai aproveitar a saída da prisão para cuidar da saúde e “namorar muito”. O ex-deputado deve se casar no fim deste mês.

“Não há prisão que seja boa, mas tirei com toda a serenidade. Evoluí, melhorei, estou melhor que ontem. Tive o tempo de ler, de conhecer o sofrimento das pessoas que passam por isso”, disse.

O ex-deputado deixou o presídio dirigindo e disse que iria para um apartamento na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

Fonte: AB

Travestis e transexuais poderão usar o nome social no Enem 2015

Travestis e transexuais poderão solicitar este ano o uso do nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) após a inscrição pela internet. O nome social passou a ser adotado oficialmente na aplicação do exame no ano passado, mas era preciso solicitar o uso por telefone. No dia do exame, as pessoas trans deverão ser tratadas pelo nome com o qual se identificam e não pelo nome que consta no documento de identidade. Além disso, usarão o banheiro do gênero com o qual se identificam.

"Isso quer dizer que ninguém da equipe do Enem poderá se dirigir à pessoa por um nome que não seja o da sua condição, o que se inscreveu. O nome que essa pessoa usa é com o qual deve ser chamado", afirmou o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. "As pessoas têm o direito de ser tratadas com o respeito que merecem. Portanto, ninguém deve submetê-las a situação vexatória", acrescentou o ministro.

Ano passado, foram feitos 95 requerimentos por telefone para o uso do nome social.

Nesta edição, os participantes que desejarem esse atendimento deverão enviar cópia do documento de identificação, formulário preenchido e foto recente pelo sistema de inscrição de 15 a 26 de junho, após o período de inscrição, que é de 25 de maio a 5 de junho.

Para o cantor e ativista trans Erick Barbi, a medida foi bem recebida. "O simples fato de o MEC autorizar o nome social já na inscrição tira o peso de termos que nos explicar para as demais pessoas. Alivia muito o processo e, com certeza, levará mais jovens ao exame. Todos ficarão mais tranquilos e poderão melhorar até o desempenho na prova."

Ele destaca ainda a importância do uso do banheiro de acordo com a identidade de gênero: "A maioria das pessoas trans tem problemas ao frequentar o banheiro. Muitos evitam ir ao banheiro", acrescenta.

Coordenadora colegiada do Fórum de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Fórum LGBT) do Espírito Santo, Deborah Sabará fez o Enem em 2014 e vai se inscrever novamente este ano. Ela quer cursar serviço social. "Sabemos que é difícil ingressar em uma escola com um gênero diferente do que o sexo designa, mas com o direito de usar o nome social a gente constroi esse espaço", destacou.

Deborah informou que, desde a prova do ano passado, recebe mensagens de outras travestis e transexuais pedindo informações e mostrando interesse no exame. "Vou participar de novo e usar isso como instrumento de militância, de modo a incentivar outras a participarem e voltarem a estudar."

Para a pedagoga Janaina Lima, integrante do Grupo Identidade, de Campinas, a iniciativa é positiva, na medida que atrai travestis e transsexuais para os estudos. Ela ficou quase 20 anos afastada da escola e disse que voltou a estudar "graças ao Enem". Ela conseguiu ingresssar na graduação pelo Programa Universidade para Todos (ProUni).

Segundo Janaina, a possibilidade de ser chamada pelo nome da identidade afastava as pessoas trans. "Quando a pessoa ia fazer o Enem tinha a questão do nome, uma barreira, podia ser colocada em uma situação vexatória. Agora, se tiver, é uma pessoa ou outra que vai querer praticar ato discriminatório, vai ser menor e é uma pessoa, e não a instituição."

O edital do exame será publicado nesta segunda-feira (18) no Diário Oficial da União. As provas serão nos dias 24 e 25 de outubro.


Fonte: AB

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Professores de SP em greve protestam contra Alckmin em evento com Haddad

Em greve há mais de dois meses, professores da rede pública estadual de São Paulo fizeram hoje (15) à tarde uma caminhada de cerca de uma hora e meia pelas avenidas Paulista e 23 de Maio, Praça da Sé e Largo São Francisco. A manifestação foi encerrada por volta das 20h. Eles reivindicam reajuste salarial de 75,33%. Durante o protesto, os professores procuraram o governador Geraldo Alckmin em uma faculdade da Universidade de São Paulo (USP), mas encontraram o prefeito da capital, Fernando Haddad.

Após aprovarem a continuidade da greve, os professores decidiram caminhar até o Tribunal de Justiça (TJSP), na Praça da Sé, e Secretaria de Estado da Fazenda, próximo ao tribunal, para pedir que a liminar obtida esta semana seja cumprida. Na quarta-feira (13), o TJSP determinou que o governo estadual deixe de descontar o salário dos grevistas. Com a decisão, os professores esperam que o valor descontado seja devolvido. Ainda cabe recurso da decisão.

Quando caminhavam pela 23 de Maio, próximo ao Viaduto Condessa de São Joaquim, no sentido centro da avenida, parte dos manifestantes resolveu invadir a pista oposta, sentido aeroporto ou bairro, de modo a interromper o fluxo de carros. Com isso, além do sentido centro, todo o sentido bairro da Avenida 23 de Maio ficou fechado durante cerca de 30 minutos. A liberação ocorreu das 18h30, quando o grupo de professores resolveu seguir os demais, que já se encontravam em frente ao Tribunal de Justiça.

No Tribunal de Justiça, os professores voltaram a se dividir. Parte seguiu em direção à Secretaria da Fazenda e o outro grupo seguiu para o Largo São Francisco, na Faculdade de Direito da USP, porque tinham obtido a informação equivocada de que o governador Geraldo Alckmin estaria participando de um evento no local. O Palácio dos Bandeirantes informou que Alckmin não foi ao evento e se manteve no palácio durante toda a noite. Enquanto caminhavam para o Largo São Francisco, os professores se depararam com uma manifestação organizada pelas Mães de Maio.

Na faculdade,  os professores encontram o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o secretário municipal de Direitos Humanos, Eduardo Suplicy, que participavam de um evento no local. Eles decidiram entrar na faculdade, onde cantaram e protestaram.

Quando deixava o evento, o prefeito foi surpreendido por uma professora estadual que lhe mostrou o contracheque, informando que não conseguia viver com R$ 1,8 mil por mês. A jornalistas, o prefeito disse apenas que “estão mudando as estações”, referindo-se ao fato que o problema é do governo estadual e não do municipal.

No fim do protesto, a presidenta do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel Azevedo Noronha, admitiu que houve um equívoco do sindicato ao levar os professores ao Largo São Francisco. “Tomamos conhecimento que o Geraldo Alckmin estaria aqui. Os professores vieram porque estão fazendo a Operação Caça Alckmin, indo onde ele estiver. Eles não vieram aqui por causa do Haddad ou do Suplicy. Vieram por conta do Alckmin”, acrescentou Maria Izabel.

Para a Polícia Militar, cerca de 2 mil professores participaram da manifestação de hoje. Já os professores estimaram o público em 40 mil pessoas.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual da Educação voltou a lamentar a greve dos professores. “A secretaria lamenta que, mais uma vez, uma das seis entidades que representam o magistério tenha decidido manter uma greve isolada, que objetiva promover seu calendário de mobilizações políticas e nitidamente contaminada por interesses incompatíveis com o momento econômico atual. A manutenção da paralisação se dá mesmo após a secretaria ter apresentado cinco propostas em benefício dos professores e garantido a manutenção da política de reajuste salarial, com data-base em julho. Os compromissos, que incluem ainda a extensão de benefícios como uma nova forma de contratação dos temporários e a inclusão destes docentes na rede de atendimento do Hospital do Servidor, foram reforçados e protocolados após a sétima reunião do ano realizada com a Apeoesp.”

Procurados pela Agência Brasil, representantes do Tribunal de Justiça não se manifestaram sobre o ato dos professores. Na Secretaria da Fazenda, ninguém,foi encontrado para falar sobre o protesto.

Fonte: AB

terça-feira, 12 de maio de 2015

Poá imuniza mais de 5 mil pessoas contra à gripe em Poá

A ação contou ainda com a participação do prefeito Marcos Borges no dia D de mobilização realizado no último sábado (9/05). A vacina está disponível em todas as unidades de saúde da cidade e em alguns pontos do município

A Campanha de vacinação contra a gripe em Poá continua e até o último sábado (9/05), Dia D de mobilização, o município já vacinou 5.451 pessoas que fazem parte do grupo prioritário, composto por crianças de 06 a meses a menores de 5 anos, pessoas acima de 60 anos, gestantes, puerperas (até 45 dias após o parto), pessoas com doenças crônicas e trabalhadores da saúde e dos setores administrativos e da limpeza. A ação que iniciou no dia 4, segue até o dia 22 de maio, com a vacina disponível em todas as unidades de saúde da cidade

O prefeito Marcos Borges (o Marcos da Gráfica), fez questão inclusive de acompanhar a ação no dia de mobilização, no posto de saúde do bairro Jardim América. Ele que já foi imunizado contra a gripe, ressaltou a importância da população que faz parte do público alvo procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa para tomar a dose da vacina. “Com a chegada do tempo frio, as pessoas ficam mais suscetíveis a gripe, portanto se faz necessário a vacina”, disse.

Segundo informou a Secretaria Municipal da Saúde, a meta é vacinar 80% do grupo prioritário da campanha, conforme preconização do Ministério da Saúde. A pasta também adiantou que a próxima prévia em relação à quantidade de vacinados, será anunciada na próxima quinta-feira (14/05).

Além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a vacina é encontrada no Centro de Atenção a Saúde do Idoso (Casi), localizado da região central, nos postos de Estratégia e Saúde da Família (ESF), de segunda sexta-feira, das 08 às 17 horas, e ainda no Cantinho da Melhor Idade (horário de vacinação conforme a demanda) e também na praça, em frente à capela Santo Antônio, na Avenida Nove de Julho, no Centro.

Na praça da capela Santo Antônio, foi montada uma tenda e a vacinação acontece no período das 9 às 16 horas, durante a semana. A Secretaria de Saúde contabilizou que somente neste ponto de vacinação, 60 pessoas foram imunizadas na segunda-feira (11/05). Está em estudo pela pasta, ter outro local como este na cidade para facilitar ainda mais o acesso a vacinação.

Neste próximo fim de semana, 15 e 16 de maio, a UBS do bairro Jardim Nova Poá, que normalmente funciona de sábado e domingo estará com a vacinação contra a gripe, no período das 08 às 17 horas. A unidade que fica na Rua Capitão Pedro Esperidião Hoffer, 223, também terá outras vacinas disponíveis para aqueles que estão com a carterinha em atraso.

Gripe
A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Conhecida como gripe pode ser considerada uma doença de trato simples, porém existe a possibilidade de levar a complicações graves. A campanha tem o objetivo de reduzir quadros mais graves, as internações e as decorrentes das infecções pelo vírus influenza.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde – 4639-9121 e 4639-6819.

Fonte: AB - Foto: Julien Pereira

Help Nepal - Ajude o Nepal